Loading...

Um Verdadeiro Paraíso Perdido no Atlântico

"...POR ISSO EU SOU DAS ILHAS DE BRUMA ONDE AS GAIVOTAS VÃO BEIJAR A TERRA..."

Seguidores - PRESENÇA NECESSÁRIA PARA CAMINHAR...

PRESENTES DE AMIGAS

PRESENTES DE AMIGAS
SELINHO DA DINDA PARA MIM

sábado, 12 de março de 2011

VIAGEM PARA O SUL DE MOTOHOME -2

6 de janeiro de 1987
Estamos  ainda no Camping Municipal do Mirante em Joinville.
Estou preocupada. Acho  que a família está querendo se descartar de mim: programaram uma caminhada até o mirante- 2 km de ladeira. E lá vamos nós. Primeiros 300 km, o chefe: “Você não vai agüentar. Vamos voltar. Ih! Já vai sentar?!...” E assim por diante. E lá vou eu. Subindo em zique-zague. Suadouro. Vou tirar a roupa! Não vai dar. Chegamos. Chegamos nada! Temos que subir 70 degraus de uma escada em caracol que trepida. Guilherme! Eu também tenho medo de escada! Quero a minha mãe!
Do alto vê-se a baía de são Francisco e toda a cidade. Bonito. Mas a vista de Caraguá, do mirante da serra é muito superior.
Vamos descer. E o meu joelho agüenta? Vamos ver. Chegamos ao camping depois de duas horas – ida e volta. As crianças forma para a piscina. Almoço. Vou ler embaixo de uma grande goiabeira perto do lago. Calma, patos nadando, Erico Veríssimo – Um Certo Capitão Rodrigo. Que delícia! Todos na piscina.
Trailer aberto. Cadê a carteira do pai? Procura, revira, comunica ao camping. Guardei no calça. Não está. Roubaram. E agora, meu Deus. Comecei a passar mal. De repente a Maísa achou num lugar que o senhor Geraldo não sabia que tinha guardado.
À tarde fomos passear na cidade. Bastante comércio. Gente tranqüila, muitas flores nas casas. Prédios, casas comerciais e residências tipo alemão. Sente-se que é outra civilização.precisaríamos de mais tempo para perceber melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SALVAÇÃO

SALVAÇÃO
SURSUNM CORDA! (erguei os corações ao alto)