Loading...

Um Verdadeiro Paraíso Perdido no Atlântico

"...POR ISSO EU SOU DAS ILHAS DE BRUMA ONDE AS GAIVOTAS VÃO BEIJAR A TERRA..."

Seguidores - PRESENÇA NECESSÁRIA PARA CAMINHAR...

PRESENTES DE AMIGAS

PRESENTES DE AMIGAS
SELINHO DA DINDA PARA MIM

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

BRUMA

Ah! Teria sido bom que aquele entardecer não tivesse acontecido nunca. Cochichos pela sala, meias palavras, ameaças interrrompidas.
Um dia ouvi falar de São Cristóvão que levava o Menino Jesus aos ombros para a casa de Seu Pai. Agora ali estava alguém, podia ser um homem, podia ser um pai, alguma coisa que servia para carregar um raio de luz, talvez aquele alguém pudesse ser humano, mas o que havia ali de possibilidade de esperança não estava presente no olhar vacilante que procurava se esconder por entre os musgos sorrateiros.
Ah! Teria sido bom que aquele entardecer não tivesse acontecido. E aquele alguém, que talvez tivesse sido um dia humano e que estivesse tentando voltar ao ponto inicial, não sabia o que fazer com o raio de luz. Onde depositar aquele fardo que agora pesava cada vez mais? O que havia de tragédia no silêncio daquele entardecer só os anjos poderiam adivinhar. Depois, não me lembro de mais nada. Apenas uma criança-raio-de-luz com a camisinha branca e muito curtinha e uma noite interminável e muito fria.
Aquela era bem a casa da bruxa malvada. Não sei quanto tempo ali passei. O que sei é que, naquela noite e em tantas outras, fiquei cara a cara com alguma coisa que me amedrontava, mas assim mesmo me protegia. Mais tarde fiquei sabendo que aquilo se chamava...
“se chamava solidão,
dentro dele, dentro dele mora um anjo
que roubou, que roubom meu coração.”

Havia um anjo do outro lado do oceano, escorregando bem mais para baixo, num reino cheio de luz, cheio de graça. Só que havia um cabo das tormentas e um mostrengo. Então, o remédio era entrar de novo na loucura azul do velho Catita, perder-se de novo nesta loucura para não morrer.

Um comentário:

  1. OI IEDA, MEXI E REMEXI NO MEU BLOG...
    SEJA SINCE RA, ALIÁS COMO SEMPRE.
    O QUE VOCÊ ACHOU?

    ResponderExcluir

SALVAÇÃO

SALVAÇÃO
SURSUNM CORDA! (erguei os corações ao alto)