Loading...

Um Verdadeiro Paraíso Perdido no Atlântico

"...POR ISSO EU SOU DAS ILHAS DE BRUMA ONDE AS GAIVOTAS VÃO BEIJAR A TERRA..."

Seguidores - PRESENÇA NECESSÁRIA PARA CAMINHAR...

PRESENTES DE AMIGAS

PRESENTES DE AMIGAS
SELINHO DA DINDA PARA MIM

sábado, 26 de fevereiro de 2011

MEU FILHO MAURÍCIO - OLHEM SÓ O QUE ACONTECEU...

MAURÍCIO ALÉM DE FILHO E AMIGO, É A PESSOA COM QUEM TENHO UMA ENORME DÍVIDA. FOI MEU DOADOR NUM TRANSPLANTE HEPÁTICO REALIZADO EM 2007.
LOGO QUE SOUBE QUE EU ESTAVA COM CIRROSE HEPÁTICA E HEPATITE C - POSSIVELMENTE FUI CONTAMINADA HÁ 30 ANOS ATRÁS NUMA TRANSFUSAO DE SANGUE - POIS BEM , MAURÍCIO LOGO SE PRONTIFICOU PARA SER DOADOR. TENTEI RESISTIR E ELE SE ADIANTOU. PESQUISOU O TIPO SANGUÍNEO E, QUANDO CONCLUIU A COMPATIBILIDADE , NA MAIOR DISPONIBILIDADE E CORAGEM, RESOLVEU QUE IRIA SER  O MEU DOADOR.
ASSIM ACONTECEU.
POR TUDO O QUE VOCÊ REPRESENTA PARA MIM, MAURÍCIO, QUE DEUS TE GUARDE SEMPRE EM SEU INFINITO AMOR

BETHÂNIA DIZ O POEMA D0 MENINO JESUS DE FERNANDO PESSOA

video

domingo, 20 de fevereiro de 2011

CAMINHEIRA - DE FRAGMENTOS

CAMINHEIRA


Queimei todas as trancas.
Arrombei as portas.
Destruí cercas.
Despedacei os vidros.
Arremessei para o infinito todas as telhas.
Úmidas.
Encardidas.
Pegajosas.
Escorregadias.
Fiquei livre.
A nu.
Sou irmã das estrelas.
Viajo no sol.
Encharco-me nas enxurradas.
Faço piruetas nos parques.
Agarro-me no vôo das águias.
Descanso no abrigo das feras.
Viro fera.
Viro anjo.
Fico em mim.



QUE SONO - DE FRAGMENTOS

QUE SONO!




Que sono, meu Deus....
E esta vontade de que tudo acabe depressa de onde vem?
De onde vem o tédio do que há por fazer e do que ficou para trás?
De onde vem o nevoeiro que tudo esconde dentro da ânfora que já devia de há muito estar quebrada?
De onde vem a tosse comprida, ânsia de se dizer claramente?
De onde vem este engasgo do ser que se enrosca nos desvãos da alma mal contida e, que por isso, deveria fazer-se porta aberta, escancarada, seta pronta para a exata tensão do arco?
De onde vem este caminhar sem marcas, sem referências, sem bússola?
De onde vem este querer estar sempre no ponto de convergência dos antagonismos?
De onde vem o querer dizer todas as verdades como se comportas abertas pudessem matar a sede?
De onde vem tanta pressa?
De onde vem tanto medo de tomar decisões?
De onde vem o terror de se perguntar para onde vou?


24/08/2002

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

ROUPINHAS DAA BARBIE - PRODUÇAO DESTES DIAS





CAMINHEMOS...

TROPEÇOS



Tropeços. Caminhos abertos a qualquer possibilidade de descoberta.
Várias vezes chego a um ponto que não pode ser considerado meta, linha de chegada. É, entretanto, a única tentativa. Vale por tantas chegadas.
Se pudesse, resolveria o roteiro da vida para mim, para você. Impossível , porém, chegar à concretização das necessidades individuais.
Caminho. Tropeço  ainda. Tropeço novamente. Ergo-me a custo. Revejo meu itinerário. Há uma bifurcação-surpresa. E agora?  Caminhar é fácil. Difícil é resolver por onde.
“Vem por aqui” dizem alguns. Não. De meus labirintos só eu sei.  Eu e mais ninguém. Talvez me perca dentro de mim mesma, porém, a partir de minha indecisão, encontrarei o meio certo para implodir tantas estruturas falhas. Não, não vou por aí. Deixem-me feito caminheiro errante. Haverá pedras no caminho. Meus pés hão de sangrar, mas haverá também sombra, haverá também o por-do-sol. Haverá manhãs.
Caminho sempre. Tropeços? Muitos. Mas serão sempre minha pista de decolagem.








MINHA FILHA MILENA

MILENA FICOU UM TEMPÃO PROCURANDO UM VÍDEO PARA PARA FAZER UMA SURPRESA PARA A MÃE.
VALEU A PENA TER GASTO TANTO TEMPO.
AÍ ESTÁ NESTE VÍDEO A ALMA DAS COISAS E DAS PESSOAS QUE POVOARAM A MINHA INFÂNCIA.
OBRIGADA, MIKI!
VALEU!!!

SALVAÇÃO

SALVAÇÃO
SURSUNM CORDA! (erguei os corações ao alto)